Implantação do SAMU Regional começa a avançar no Vale do Aço

Treinamento e implantação de ramais 192 marcam início das atividades em 14 municípios pactuados

Na primeira reunião ordinária do Consórcio Intermunicipal de Saúde dos Vales (Cisvales) em 2018, realizada na manhã desta terça-feira (16), no auditório do Hospital Municipal Eliane Martins, em Ipatinga, boas notícias foram anunciadas aos prefeitos das cidades pactuadas. Segundo a PMI, a partir do mês de fevereiro, será iniciada a implantação do sistema de telefonia (192) em 14 municípios, para atendimento a ligações de urgência e emergência. A regulação das chamadas será feita pelos profissionais do SAMU na Central de Ipatinga.

Outra novidade será o início das capacitações promovidas pelo Núcleo de Educação Permanente (NEP), também de Ipatinga, para técnicos das Secretarias de Saúde das cidades consorciadas. As ações marcam, efetivamente, o início da organização técnico-operacional dos municípios para a implantação do SAMU Regional. As capacitações terão custo zero para os municípios.

O presidente do Cisvales e prefeito de Ipatinga, Sebastião Quintão, reforçou a importância de um trabalho com credibilidade e transparência para o alcance de resultados efetivos na implantação do serviço na área tecnicamente convencionada como Território Vale do Aço e microrregião de Caratinga.

“Não foi fácil chegar até aqui. Nós vimos muita gente querendo se aproveitar da bandeira do Cisvales para tirar vantagem política. Mas agora podemos dizer que é o trabalho de persistência e cooperação entre os municípios que tem chegado às instâncias mais altas, garantindo o início do serviço do SAMU Regional para os municípios da nossa região”, enfatizou ainda o prefeito.

Na mesma assembleia, cinco municípios confirmaram adesão ao Cisvales: Imbé de Minas, Vargem Alegre, Dionísio, Naque e Pingo d’Água.

Economia para todos
Em sua fala, o coordenador do SAMU de Ipatinga, Tiago Tessaro, salientou que “com a transferência da Central do SAMU de Ipatinga para dentro das dependências do Hospital Municipal gera-se uma economia de infraestrutura aos municípios consorciados de aproximadamente R$ 2 milhões. Assim como o treinamento que será realizado pelos profissionais do SAMU de Ipatinga, através do Núcleo de Educação Permanente, irá poupar cerca de R$ 800 mil dos cofres das cidades pactuadas. Tudo isso demonstra o empenho da atual diretoria do Cisvales para estruturar a rede de assistência de urgência e emergência com contenção de gastos e resolutividade”, pontua.

Também médico, o secretário-geral do Consórcio e prefeito de Timóteo, Geraldo Hilário, destacou: “O que começamos hoje aqui já é uma etapa do serviço assegurado pelo Cisvales. Os trabalhos do SAMU Regional para benefício dos municípios pactuados já começaram”, reforçou.

SAMU nas Escolas
Outro projeto a ser desenvolvido no Território Vale do Aço e microrregião de Caratinga é o SAMU nas Escolas. Em Ipatinga, no ano passado, mais de 1.700 adolescentes de 17 escolas do município foram instruídos sobre a importância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, quando acioná-lo, os perigos dos trotes e as técnicas de primeiros-socorros.

Ao final da reunião realizada nesta terça-feira, os prefeitos participantes da assembleia do Cisvales percorreram as novas instalações do SAMU de Ipatinga onde já funciona a Central de Regulação.

plox

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: