Acidente entre ônibus e carreta deixa oito mortos, entre os quais um bebê, e dezenas de feridos

Batida aconteceu na BR-020, perto de Formosa, a 45 km de Brasília. Cerca de 30 feridos, vários em estado grave, foram levados para hospitais da região

Ao menos oito pessoas morreram e 30 ficaram feridas em um grave acidente entre um ônibus da empresa Guanabara, do grupo Real Expresso, e uma carreta.

(foto: Corpo de Bombeiros)
(foto: Corpo de Bombeiros)

A colisão frontal ocorreu na manhã desta quinta-feira (15/2), na BR-020, entre os povoados de JK e Bezerra, após o município de Formosa (GO), a 45km do Distrito Federal.

O local já foi periciado pela polícia. Filmagens amadoras mostram o socorro dos bombeiros às vítimas. Na parte frontal do ônibus, um amontoado de ferragens e objetos espalhados demonstram a violência da batida. Veja:

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o impacto da colisão entre o veículo e a carreta foi tão forte que uma das laterais do ônibus ficou completamente destruída. A PRF afirmou que o ônibus, que seguia de Cajazeiras (PB) para Goiânia (GO), levava ao menos 40 ocupantes.

Até por volta das 14h, todos os corpos haviam sido retirados do ônibus e levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Goiás. Três das vítimas identificadas tiveram os nomes revelados: o motorista do ônibus, Édison Lopes Lima, de 47 anos; e os passageiros Antônio Elton Pereira Rodovalho, de 38; e Iarana Santos Sousa, de 1 ano e 4 meses. Os bombeiros acreditam que a mãe da criança, Larissa Santos Sousa, esteja em estado gravíssimo no Hospital de Sobradinho.

 

Segundo o major Bráulio Flores, comandante do Corpo de Bombeiros de Formosa, três vítimas foram levadas de helicóptero, em estado gravíssimo, para Brasília. Outras 12, em estado grave, seguiram de ambulâncias para hospitais no DF e em Formosa. As demais 15, em estado leve, foram encaminhadas para a cidade goiana.

O trânsito na rodovia está bloqueado nos dois sentidos. O percurso conta com uma pista simples, com ultrapassagem proibida.

O Corpo de Bombeiros do DF enviou uma aeronave e sete ambulâncias para ajudar no resgate das vítimas. Militares da corporação e agentes da PRF também seguem no local, dando apoio às equipes de Goiás e controlando o tráfego.

Segundo a Polícia Militar, é difícil a comunicação por aparelhos na região, já que não há sinal de rádio e celular. Por volta das 10h50, a PMDF enviou o helicóptero Fênix do Batalhão de Aviação Operacional da PMDF (BAvOp) para auxiliar os trabalhos de socorro.

A região onde a colisão ocorreu é próxima ao Sítio Arqueológico de Bisnau. O trecho é de pista simples, com ultrapassagem permitida somente em um dos sentidos. Ainda não se sabem as circunstâncias do acidente

fonte : em.com.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: