Celinho reforça reivindicação por SAMU para o Vale do Aço

O Deputado Celinho reafirmou todas as dificuldades econômicas do Estado e indagou ao Secretários sobre os planos para superá-las. Marco Antonio relatou a gravidade da situação e informou que o Governo vem priorizando algumas áreas, entre elas a Saúde, e que vem fazendo todo o esforço para manter o atendimento regular no Estado, particularmente a rede hospitalar.

Mesmo reconhecendo os inúmeros problemas, o deputado cobrou a implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o SAMU, no Vale do Aço. Celinho lembrou que, oportunamente, já havia discutido o tema com Nalton Moreira, Secretário de Estado de Saúde – que se comprometeu com a questão.

Marco Antônio disse que tem conhecimento sobre estas conversas e que, por determinação do Governador, ambas as secretarias – Casa Civil e Saúde – já estão estudando o assunto e que buscam a melhor formatação para implantação do SAMU-Vale do Aço. “O SAMU no Vale do Aço, mais que um compromisso nosso, é uma necessidade da população que nós vamos atender. Estamos estudando a forma de implantação e um cronograma viável.”

O deputado Celinho do Sinttrocel aguarda a reunião do Secretário de Saúde com o Governador para aprovação da proposta, colocando-se à disposição: “no que depender de nós, o SAMU entra em funcionamento o mais rápido possível. Sei que o problema é complexo e merece muita atenção. O mais importante é dar os primeiros passos. E, pelas notícias dadas por Marco Antônio, eles virão em breve.”

O deputado Celinho aguarda também uma agenda com o Governador Pimentel para uma definição política sobre este e outros temas de interesse do Estado e do Vale do Aço.

O SAMU – O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência é um serviço pré-hospitalar do SUS, que promove o resgate de vítimas em situação de urgência ou emergência, que possam levar a sofrimento agudo, a sequelas ou mesmo à morte. Nele as vítimas têm seu primeiro atendimento e são levados a unidades que tenham os demais recursos necessários.

O atendimento é solicitado pelo telefone (192) e feito por um médico regulador que prestas as primeiras orientações, decide o tipo de procedimento a ser realizado, determina a viatura a ser encaminhada e o destino.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: