Ipatinga terá Estacionamento Rotativo Digital

O novo modelo de Estacionamento Rotativo a ser implantado em Ipatinga será por meio de um aplicativo de celular. É o que prevê o edital de concorrência para contratação do serviço no município. Nesta quinta-feira (16), representantes de 15 empresas se apresentaram ao Departamento de Suprimentos da prefeitura interessadas em participar do processo de licitação. O contrato com a vencedora do certame será por dez anos, podendo ser renovado por igual período.

Serão disponibilizadas 3.000 vagas. Contudo, a previsão inicial é de implantação de 1.700 após o recebimento da ordem de serviço pela Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma). “Assim que houver a validação das primeiras vagas, a secretaria irá abrir o restante para o bairro Horto, e já existe estudo para implantação do rotativo nos bairros Cidade Nobre e Horto”, explica Tayrone Lagares de Andrade, diretor do DO novo modelo de Estacionamento Rotativo a ser implantado em Ipatinga será por meio de um aplicativo de celular. É o que prevê o edital de concorrência para contratação do serviço no município. Nesta quinta-feira (16), representantes de 15 empresas se apresentaram ao Departamento de Suprimentos da prefeitura interessadas em participar do processo de licitação. O contrato com a vencedora do certame será por dez anos, podendo ser renovado por igual período.

Serão disponibilizadas 3.000 vagas. Contudo, a previsão inicial é de implantação de 1.700 após o recebimento da ordem de serviço pela Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma). “Assim que houver a validação das primeiras vagas, a secretaria irá abrir o restante para o bairro Horto, e já existe estudo para implantação do rotativo nos bairros Cidade Nobre e Horto”, explica Tayrone Lagares de Andrade, diretor do Departamento de Transporte e Trânsito.

Aplicativo

O novo sistema de Estacionamento Rotativo em Ipatinga será online e em tempo real. O usuário irá baixar um aplicativo no celular por meio das lojas virtuais, fazer um cadastro e por meio dele adquirir créditos referentes aos valores. O ticket custará R$ 2 a hora. Quem não tiver acesso a celular pode comprar os créditos em lojas credenciadas. Nos dois modelos, é emitido um comprovante de pagamento.

“No modelo eletrônico de estacionamento que era utilizado, tivemos entre os problemas mais graves a falta de recibo de pagamento. Quem usar o aplicativo pode baixar o comprovante direto no celular. Aqueles que comprarem na loja também vão ter o recibo em mãos”, explica Tayrone.

Fiscalização

Todo o processo será controlado e fiscalizado pela empresa vencedora, que deverá contratar monitores para supervisionar o serviço prestado. “Caso o motorista descumpra a exigência de usar o ticket, um agente de trânsito será acionado por este monitor, que irá repassar a falta. Somente o agente ou a polícia estão aptos a lavrar o auto de infração”, esclarece o diretor.

A previsão de arrecadação é de R$ 306 mil por mês, aproximadamente R$ 3 milhões e 600 mil por ano. O valor arrecadado vai direto para o Fundo Municipal de Trânsito, para aplicação em ações educativas de trânsito, pinturas de vias e modernização de semáforos.

Validação

A empresa vencedora da licitação passará por um processo de validação que envolverá, entre outros aspectos, apresentação tecnológica, plano de trabalho e teste do software na rua.

“Durante 30 dias esta empresa será avaliada por uma comissão formada por um representante da Sesuma e dois da Secretaria Municipal de Dados (Dataserv). Se a primeira vencedora for desclassificada, o classificado subsequente será chamado”, finaliza Tayrone.

A previsão da administração pública é que o sistema esteja em funcionamento ainda este ano.

Departamento de Transporte e Trânsito.

Aplicativo

O novo sistema de Estacionamento Rotativo em Ipatinga será online e em tempo real. O usuário irá baixar um aplicativo no celular por meio das lojas virtuais, fazer um cadastro e por meio dele adquirir créditos referentes aos valores. O ticket custará R$ 2 a hora. Quem não tiver acesso a celular pode comprar os créditos em lojas credenciadas. Nos dois modelos, é emitido um comprovante de pagamento.

“No modelo eletrônico de estacionamento que era utilizado, tivemos entre os problemas mais graves a falta de recibo de pagamento. Quem usar o aplicativo pode baixar o comprovante direto no celular. Aqueles que comprarem na loja também vão ter o recibo em mãos”, explica Tayrone.

Fiscalização

Todo o processo será controlado e fiscalizado pela empresa vencedora, que deverá contratar monitores para supervisionar o serviço prestado. “Caso o motorista descumpra a exigência de usar o ticket, um agente de trânsito será acionado por este monitor, que irá repassar a falta. Somente o agente ou a polícia estão aptos a lavrar o auto de infração”, esclarece o diretor.

A previsão de arrecadação é de R$ 306 mil por mês, aproximadamente R$ 3 milhões e 600 mil por ano. O valor arrecadado vai direto para o Fundo Municipal de Trânsito, para aplicação em ações educativas de trânsito, pinturas de vias e modernização de semáforos.

Validação

A empresa vencedora da licitação passará por um processo de validação que envolverá, entre outros aspectos, apresentação tecnológica, plano de trabalho e teste do software na rua.

“Durante 30 dias esta empresa será avaliada por uma comissão formada por um representante da Sesuma e dois da Secretaria Municipal de Dados (Dataserv). Se a primeira vencedora for desclassificada, o classificado subsequente será chamado”, finaliza Tayrone.

A previsão da administração pública é que o sistema esteja em funcionamento ainda este ano.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: