Polícia recolhe novas imagens de câmeras de segurança e ouve moradores sobre pichação de suásticas nazistas no RJ

Pichação criminosas dando alusão a politica de Hitler

A Polícia Civil faz novas diligências nesta segunda-feira (22) nos distritos de São Pedro da Serra e Lumiar, em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, para recolher imagens de câmeras de segurança e ouvir testemunhas para tentar concluir as investigações sobre as suásticas nazistas pichadas na capela de São Pedro da Serra.

Três homens apontados pela polícia como suspeitos da ação foram identificados e já prestaram depoimento. De acordo com a polícia, dois deles foram detidos, prestaram depoimentos e foram liberados. O terceiro suspeito fugiu da abordagem policial e se apresentou na 151ª DP com um advogado para prestar esclarecimentos.

A polícia afirmou que eles negam e se contradizem com relação à ação na igreja, mas confessam a pichação em outros muros e calçadas próximos à capela com frases contrárias ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL). A polícia chegou até o grupo após ver imagens do local.

Ruas e muros de São Pedro da Serra, distrito de Nova Friburgo, foram pichados com dizeres contra Bolsonaro.

Divulgação/Polícia Civil Ruas e muros de São Pedro da Serra, distrito de Nova Friburgo, foram pichados com dizeres contra Bolsonaro

Ruas e muros de São Pedro da Serra, distrito de Nova Friburgo, foram pichados com dizeres contra Bolsonaro l

Ainda de acordo com a Polícia Civil, moradores da cidade e parentes dos suspeitos estão sendo ouvidos. A investigação segue com intuito de chegar aos autores do crime e pessoas que possam ter qualquer tipo de envolvimento no caso.

O crime na igreja aconteceu na madrugada de domingo (14) e as pichações na fachada foram removidas na quarta-feira (17).

A linha de investigação trata o crime como preconceito, conforme o artigo 20, parágrafo 1º, da Lei 7716/89, em que é proibido fabricar, distribuir ou veicular símbolos que utilizem a cruz suástica para fins de divulgação do nazismo. O racismo é crime sem fiança e a pena é de 2 a 5 anos de reclusão.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: